quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Bullying

Vejo em minha frente o sombrio,
Dos meus lados o vazio,
Atrás de mim o silêncio,
Em face minha... Diferença.

Sinto-me atordoado pelo riso alheio,
Pago um alto preço por ser diferente,
Na minha face se ver a tristeza,
Na do meu agressor o sorriso inconsequente.

Penso na morte, penso na vida,
Penso que a agressão é chegada,
Num flash back a agressão torna-se apenas o ponto de partida.

Vivo cada do momento alegre como se fosse único,
Passo cada momento triste como se fosse eterno,
A cada instante sinto uma renitente dor,
A cada instante pareço  ainda mais num inferno.

Senhor liberta-me!
Não deixas que isso me destrua
Destrói todos aqueles que me esmagam
Não permite que eles me levem... A desgraça ou loucura!

Bruno Máriston


Olá pessoal
O bullying é qualquer agressão verbal ou física que possa afetar o convívio social de um integrante ou de um grupo dentro duma sociedade, pode ter desfechos trágicas e crués, todavia infelizmente é tratado com descaso e irresponsabilidade por parte de quem deveria combatê-lo.
 Gostaria de chamar atenção de todos os leitores da necessidade de resolução destes problemas, pois existem muitos casos cujo o bullying trás consequências gravíssimas e irreparáveis, como pode-se ver no caso de Wellington  "o assassino de Realengo" ou Seungun-hui (serial killer duma faculdade norte americana).
 É preciso deixar bem claro que a atitude dos dois são injustificáveis, mas infelizmente explicáveis, pois essas pessoas apresentavam problemas psicológicos que foram agravados quando eles sofreram o bullying e a falta de apoio emocional e social fez com que eles desenvolvessem sérios distúrbios mentais.
As reações por parte de quem sofre de bullying podem ser as mais variadas e imprevisíveis possíveis, portanto todos tem que tratar este problema na sua causa para não ter que remedia-lo na consequência.

(Deixo aqui o conselho para todos que sofrem Bullying)
Não se entreguem a este problema, não sejam alienados como Wellington ou Hui, procure a ajuda de um psicologo e lute, pois quem luta pela melhora reconstrói a realidade.

7 comentários:

  1. Muito boom...
    Isso é verdade , nao se deixe abater...
    Continue lutando ;D

    ResponderExcluir
  2. muito bom mano
    se bem me lembro esse foi o poema recitado no fala escritor ao ar livre realizado no farol da barra,cujo tive prazer de está presente e que foi muito bom.
    bullying não é brincadeira é um problema sério que deveria ter uma maior atenção das autoridades, não seria uma solução mas seria uma prenveção.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo poema, texto e atitude responsável em escrever e convocar os leitores para entrarem na luta contra o bullying. Quando eu tinha 14 anos sai da escola particular e fui estudar numa escola pública e como tinha sido adiantado 1 ano escolar, eu era um dos mais novos da turma. Três garotos passaram a me perturbar diariamente, um dia não conseguindo mais suportar peguei um deles sozinho e joguei uma cadeira nele, que também revidou e começou o barulho geral. Para minha sorte, quando os outros dois chegaram a galera não deixou se meter e ai foi só eu e ele trocando socos até cairmos no chão um engarguelando o outro e o pessoal separar. Depois disso nunca mais mexeram comigo. Acabei sendo suspenso 3 dias e ele também. A dois anos atrás, ou seja, mais de 16 anos depois, encontrei um colega dessa época e conversando ele disse: "Lembra de fulano?, está preso por tráfico de drogas".

    ResponderExcluir
  4. xD obrigado pelo depoimento ilustrou muito bem o que eu quis dizer!

    ResponderExcluir
  5. Nossa que depoimento...
    choqueii.. :O

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Máriston, parabéns mesmo pela postagem. Concordo com você, todos devem lutar contra isso, pois como você falou, as consequências podem ser gravíssimas, assim como Leandro reagiu, de uma maneira até mais calma que outras pessoas (acho que posso colocar assim), muitos outros irão reagir e do jeito que nosso mundo está desordenado, sabe-se lá o que pode acontecer.

    ResponderExcluir
  7. exatamente Jamile muito pertinente seu comentário

    ResponderExcluir